• sindvest

Cooperação entre Sindvest e Prefeitura retomará aulas no Cevest em setembro

Pensando na retomada das aulas presenciais no Centro de Formação Profissional e Transferência de Tecnologia para Indústria do Vestuário (Cevest), mas preocupados com a garantia de saúde dos alunos e cuidados contra Covid-19, empresários ligados ao Sindicato das Indústrias de Vestuário de Nova Friburgo e região (Sindvest) fizeram a doação de dispensadores e álcool em gel para uso na instituição. A expectativa da Prefeitura é de que os cursos gratuitos sejam retomados em setembro, tão logo a unidade esteja preparada.


A retomada das aulas se faz necessária devido ao aumento das vagas ociosas no setor de confecções, o que vem gerando prejuízos para o Polo Nacional da Moda Íntima. Com a preparação de novos profissionais, as oportunidades e possibilidades de contratação são maiores. “Entendemos a seriedade da Covid-19 e da importante função desempenhada pelo Cevest na formação de trabalhadores, por isso, não medimos esforços na reativação”, explicou o empresário e presidente do Sindvest, Marcelo Porto.

Apesar dos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostrarem 796 contratações no setor em Nova Friburgo em 2021, uma pesquisa realizada pelo Sindvest apontou que 90% das confecções associadas precisam de profissionais polivalentes para operar máquinas, o que deixa claro a escassez de mão de obra. Em uma das empresas da cidade, há cerca de 100 vagas para serem preenchidas.

“Estamos nos preparando para voltar a oferecer os cursos gratuitos no próximo mês. Retornaremos de forma bem cautelosa, com apenas três turmas inicialmente e vamos ampliando nas semanas seguintes, mas tudo dependerá da situação epidemiológica na cidade”, explicou José Loyola Bechara, secretário de Ciência e Tecnologia, pasta responsável pelo Cevest.

Em primeira chamada estarão os alunos que tiveram seus cursos paralisados devido a pandemia da Covid-19 em março de 2020. Caso haja desistências, uma seleção será aberta pela secretaria para o preenchimento das vagas.

Novas frentes de formação - “Esta é uma profissão que não se renova na velocidade esperada. Por isso, é importante investir na formação de mão de obra desde a base, o que nos faz trabalhar em diversos projetos com o mesmo objetivo”, explicou Porto.

Na parceria com o Espaço da Moda da Firjan SENAI, o Sindvest vai formar 500 novos profissionais até o primeiro semestre de 2022. São vagas gratuitas em 22 cursos diferentes que vão desde a costura até marketing digital.

Em outro projeto, 60 costureiras serão formadas em fevereiro de 2022 através da realização de cursos na unidade móvel da Firjan SENAI.

Para saber mais sobre a oferta de cursos e fazer a inscrição para o processo seletivo, os interessados podem acessar bit.ly/cursossindvest2021. Outras informações podem ser obtidas diretamente com o Sindvest pelos telefones (22) 99207-4687 ou (22) 2523-8531.


42 visualizações0 comentário